“Nenhum deputado federal fez por S. J. de Ribamar o que Hildo Rocha está fazendo” Afirma Luís Fernando

“Até hoje, nenhum deputado federal, apoiado em São José de Ribamar, fez o que Hildo Está fazendo”. A declaração é do prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando, em pronunciamento durante entrega  de equipamentos agrícolas que serão utilizados por produtores de farinha de mandioca do Polo Agrícola da Mata.

Luís Fernando destacou que os equipamentos foram adquiridos pelo governo do estado do Maranhão com recursos do governo federal conseguidos pelo deputado Hildo Rocha. “O governador Flávio Dino recebeu do governo federal recursos para comprar esses equipamentos agrícolas. Hildo Rocha foi quem conseguiu os recursos para comprar esses equipamentos. Com essa ação, o deputado Hildo Rocha, autor da proposição, traz ao polo agrícola da Mata um equipamento que os produtores rurais de São José de Ribamar não conheciam. Agora eles vão ter mais produção, mais produtividade, mais renda. Como não agradecer o que o deputado federal Hildo Rocha está fazendo por São José de Ribamar?”, enfatizou o prefeito.

Recuperação de estradas

Luís Fernando destacou ainda que os recursos para a recuperação da estrada que liga os povoados Bom Jardim a Juçatuba, foram conseguidos pelo deputado Hildo Rocha. “Portanto, minha gente, a buraqueira da estrada dos agricultores está com os dias contados, graças ao deputado Hildo Rocha. Palmas para ele”.

Incentivo ao turismo

O prefeito disse que poucos minutos antes do início da entrega dos equipamentos recebeu a confirmação de que o Ministério do Turismo vai liberar R$ 1 milhão para o município, fruto de emenda do deputado Hildo Rocha. Luís Fernando disse que os recursos serão aplicados na continuidade das obras de duplicação do acesso ao Polo Turístico de Panaquatira.

“É muito bom quando a gente pode agradecer a Deus, não apenas pela dádiva, mas por um sentimento. Eu agradeço a Deus por ter este amigo aqui”, enfatizou Luís Fernando, referindo-se ao deputado federal Hildo Rocha.

“Parte dos ribamarenses me fizeram seu representante em Brasília. Por isso, tenho trabalhado para trazer benefícios para a cidade. Conseguimos aumentar os recursos federais  da saúde, ainda na gestão do ex-prefeito Gil e agora, com Luís Fernando, temos conseguido recursos para recuperar parte da vias públicas, além de outros benefícios como esses para os produtores rurais “, declarou Hildo Rocha.

O evento foi prestigiado pelo deputado estadual e secretário de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, por secretários municipais, vereadores e lideranças de várias comunidades ribamarenses.

O Luis Fernando de ontem; o Luis Fernando de hoje…

Por Marco D’Eça

Quase unanimidade por causa da gestão de seis anos em São José de Ribamar, prefeito retomou o comando da cidade, encontrou uma realidade totalmente diferente e paga um preço alto pelos próprios erros do passado.

O atual prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB) era uma unanimidade política até 2014, quando chegou a ser cogitado para o Governo do Estado.

Se não tinha lastro eleitoral suficiente, tinha, ao menos, uma história de gestão exitosa em sua passagem pela prefeitura, entre 2005 e 2010, quando teve forte acesso aos recursos do Governo Federal e boas relações na seara estadual, mesmo na oposição.

Luis Fernando voltou ao comando do município neste 2017, após vitória quase unânime nas eleições do ano passado.

Mas a realidade que encontrou em Ribamar é totalmente diferente da que deixou em 2010, quando fez do então vice, Gil Cutrim (PDT), seu sucessor e herdeiro político.

E este foi um dos grandes erros do prefeito tucano.

 

O prefeito com seu ex-vice e ex-futuro herdeiro: o preço a pagar é alto hoje pelos erros de ontem

Inapto para o posto Cutrim conseguiu descaracterizar a São José de Ribamar deixada por Luis Fernando nos seis anos em que geriu o município. Culpa do próprio Luis Fernando que deixou a cidade em nome da ambição de ser governador, o que se mostrou frustrante pelo recuo de última hora, mostrando a insegurança que líderes políticos nunca devem ter.

Afastado de aliados históricos – na política, nos setores econômicos e também na mídia – o tucano, hoje, se vê isolado na luta contra uma oposição organizada, barulhenta e agressiva.

Sem a unanimidade que tinha até refugar em seu projeto governamental, o prefeito enfrenta agora a herança maldita deixada pelo ex-herdeiro sem ter como responder aos anseios de uma população que ele mesmo acostumou a exigir sempre a excelência.

As dificuldades de gestão enfrentadas neste novo mandato em Ribamar podem criar em torno de Luis Fernando Silva a impressão de que sua qualificação técnica era apenas uma ilusão midiática.

Mas isso também é culpa dele mesmo…

 

Luis Fernando assina Ordem de Serviço para regularização fundiária em Ribamar

Luis Fernando assina ordem para o início de regularização fundiária de Canudos e Terra Livre

Nesta semana o prefeito Luis Fernando Silva assinou a ordem de serviço para o início do processo de regularização fundiária das localidades Canudos e Terra Livre, bairros situados nas imediações da Reserva de Itapiracó. A ação, aguardada pelos moradores há 20 anos, que beneficiará mais de 2 mil famílias da região, contou ainda com a presença da juíza de direito da 2ª Vara Cível e corregedora do Cartório de Registro de Imóveis da Comarca de São José de Ribamar, Ticyane Gedeon Maciel Palácio.

“A unidade entre os poderes, executivo, judiciário, representado pela Dra. Ticyane, aguerrida em todo o processo, além é claro, da Câmara Municipal, e a população, é que hoje, depois de 20 anos, podemos iniciar o processo de regularização imobiliária e fundiária, dando às famílias o direito de chamar de seu, o chão onde vivem”, comemorou o prefeito.

A juíza Ticyane Palácio, enalteceu o gesto e determinação do prefeito Luis Fernando na finalização do processo. “Sem um executivo forte a frente desse processo, jamais teríamos o resultado que estamos tendo hoje. Vamos seguir acompanhando o processo e dando suporte na legitimidade dos títulos”, completou a juíza titular.

De acordo com o secretário de regularização fundiária, Daniel Souza, todo o processo de regularização fundiária será finalizado até o mês de setembro deste ano, data em que o prefeito deverá entregar os títulos definitivos às famílias.

“Com a assinatura da ordem de serviço, o prefeito Luis Fernando autorizou o início do processo de regularização e até o aniversário da cidade, que acontece em setembro deste ano, o Maranhão terá São José de Ribamar como modelo no processo participativo de regularização”, detalhou.

Ainda segundo o secretário, a ação é resultado, também, de parceria do município com a Superintendência da Secretaria do Patrimônio da União Federal (SPU), que resultou no acordo de cooperação assinado no último dia 19 de maio deste ano.

Como meta ainda para este ano, estão previstos a regularização fundiária do Jota Câmara e São Braz e Macacos, este último incluído por meio de parceria firmada com o Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão.