Com apenas 11 entre 594 parlamentares, PSOL e REDE são os partidos preferidos da Rede Globo

O PSOL possui apenas seis cadeiras na Câmara dos Deputados e nenhuma no Senado. É, na realidade, o antepenúltimo menor partido da casa. Abaixo dele está a REDE, que tem apenas quatro cadeiras na Câmara e uma no Senado. No total, somam apenas onze parlamentares em um parlamento que tem 594 cadeiras. Parece pouco, não é? Não para a Rede Globo.

A Globo tem dado um espaço absurdo nos últimos anos em suas matérias e reportagens políticas para estes dois partidos. Alessandro Molon, que é deputado da REDE, é de longe uma das figuras mais queridas da emissora. Logo depois vem Chico Alencar, deputado pelo PSOL, e em seguida o senador Randolfe Rodrigue, senador pela REDE.

Na esmagadora maioria das reportagens os entrevistados são estes, e isso mesmo quando eles não têm grande influência ou poder sobre o assunto. A representatividade destes partidos é tão baixa que quase todos os seus parlamentares assumiram os postos através do coeficiente eleitoral ou, pior ainda, como suplentes. Eles simplesmente não possuem adesão popular, não têm poder ou influência real no parlamento, mas são os mais consultados pelos repórteres globais.

O PSC, atual partido de Jair Bolsonaro – que, aliás, teve quase meio milhão de votos em 2014 – é raramente entrevistado, mesmo tendo um total de dez deputados federais. O próprio deputado Bolsonaro dificilmente tem espaço para opinar ou até para se defender dos ataques que sofre. Isso é injustificável.

Hildo Rocha é o politico maranhense melhor avaliado no Congresso Nacional

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) aparece como o congressista maranhense mais bem avaliado do Congresso Nacional, segundo o site independente Ranking dos Políticos (www.politicos.org.br). O parlamentar maranhense, que tem menos de três anos de mandato, figura em décimo primeiro entre os 594 membros do Parlamento brasileiro.

A lista dos dez primeiros colocados traz nomes ilustres como o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), a senadora Ana Amélia (PP-RS), deputado Mauro Mauriani (PMDB-SC), Senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) e o vice-líder do governo, Mauro Pereira (PMDB-RS). O Ranking dos Políticos foi alvo de matéria no site do jornal O Globo.

O portal independente é composto por 21 membros da sociedade civil que são divididos em Conselho Estratégico e Conselho de Avaliação de Leis. Cada um destes grupos tem uma atribuição.

Para o deputado Hildo Rocha o site exerce um papel especial na sociedade que é separar os bons políticos dos maus políticos. “Trabalho que dá resultado positivo para os maranhenses e biografia limpa, estes são os meus maiores patrimônios. Por este motivo esta ferramenta da Internet vai ajudar muito neste processo de escolha de quem realmente produz no Congresso Nacional”, destacou.

O deputado tem 565 projetos de lei e outras proposições de sua autoria protocoladas na Câmara dos Deputados, entre eles o projeto já aprovado que repassa a cobrança do ISS sobre vendas com cartão de credito ou debito aos municípios onde foi feita a compra, gerando mais receita aos municípios brasileiro (antes, apenas 5 municípios do Estado de São Paulo ficava o ISS).

“Estou feliz por aparecer nesta ‘lista do bem’. Nunca serei mencionado em lista de falcatruas. Por este motivo agradeço novamente a população por ter me dado à oportunidade de estar em Brasília para defender os interesses do nosso Maranhão”, finalizou o deputado.

O deputado federal Hildo Rocha é membro titular de 17 Comissões da Câmara dos Deputados e já foi designado relator de dezenas de matérias em comissão que foram aprovadas.

Avaliação jurídica

Para demonstrar a seriedade do trabalho, o portal ainda tem como parceiro o escritório Braga Nascimento e Zilio que avalia processos judiciais dos parlamentares.“Com sede em São Paulo, escritórios em Brasília, Rio de Janeiro, Goiânia e Campinas, além de representação em vários pontos do Brasil e exterior, o Braga Nascimento e Zilio Advogados Associados é composto por uma equipe de advogados, paralegais e técnicos multidisciplinares, altamente qualificadas em todas as áreas do Direito (full service). Com essa parceria, nossa análise das justificativas apresentadas pelos parlamentares sobre os processos judiciais em andamento tornou-se mais qualificada”, cita nota do site.