Fé e obra

Tiago, irmão de Jesus, escreveu apenas uma epístola. Nela, foi dito que a fé sem obras é morta em si mesma (Tg 2.17). Vejam, então, que a fé precisa estar acompanhada de obras para se mostrar legítima, o que significa dizer que a fé sozinha é questionável.

O governador Flávio Dino, mesmo pertencendo ao mundo comunista, que é ateu por excelência, deve saber pelo menos na teoria dessas sábias palavras de Tiago sobre a conexão da fé com as obras. Como então os cidadãos maranhenses podem botar fé – como se diz no popular – e assim acreditar num governo que se apossa de obras alheias? A fé, como já visto, precisa necessariamente de obras legítimas, que é o que o governador demonstra não ter.

Flávio Dino, caminhando para a reta final do seu governo, não fez até agora uma obra sequer que possa ser considerada sua, livre de interesses políticos ou vislumbres de poder. Logo, ele não pode querer, tampouco exigir, que a população maranhense acredite no seu “governo da mudança”. Talvez seja bem por isso que o governador comunista envidou esforços para tentar passar a imagem de que a duplicação da BR-135, no trecho entre Estiva e Bacabeira, teria algo a ver com a sua gestão. Só que não.

Essa duplicação é simplesmente uma obra do Governo Federal, fomentada pela bancada do Maranhão no Congresso Nacional e idealizada, desde o princípio, pela ex-governadora Roseana Sarney. Flávio Dino, enfim, nada tem a ver com essa obra. E quanto a ela a sua única contribuição foi tentar remanejar os recursos da emenda da bancada federal para outra área.

Não se pode ter dúvida de que o governador precisa fazer algo pelo Maranhão nos próximos nove meses, quando então, as eleições baterão na sua porta, sob pena de a população continuar a não botar a menor fé naquele que não tem obras a mostrar.

De O Estado/Coluna Estado Maior

Duplicação da BR-135 é entregue pelo governo federal

Os ministros Maurício Quintella, Moreira Franco e Sarney Filho (PV) – do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação; da Secretaria-Geral da Presidência da República e do Meio Ambiente -, respectivamente, inauguraram ontem trecho de 11 quilômetros da obra de duplicação da BR-135, situado entre a Estiva e o município de Bacabeira.

O ato, que contou com a presença dos senadores Edison Lobão e João Alberto, ambos dos MDB e que chegaram na comitiva dos ministros, foi realizado no KM 25 da rodovia federal.

Ao entregar a obra, o ministro Quintella destacou o empenho do deputado federal Hildo Rocha (MDB) e da bancada federal maranhense pela conclusão dos serviços e reafirmou o compromisso do governo Michel Temer (MDB) com o Maranhão.

“Esse Governo [Michel Temer] resolveu concluir as obras que haviam sido iniciadas, mas estavam abandonas. E hoje, graças a Deus, a cada dia temos agenda de inauguração num estado diferente. […] Essa é uma obra especial. É especial, pela luta da bancada, que colocou emenda de mais de R$ 164 milhões do orçamento impositivo para que a gente pudesse cumprir. É uma obra de engenharia complexa que merece ser comemorada”, disse.

O ministro afirmou que outras obras serão inauguradas pelo Governo Temer, no Maranhão ao longo do ano. “Hoje estamos liberando o trânsito nesse trecho. Até o fim do mês vamos entregar o viaduto em Bacabeira, vamos concluir a pavimentação da pista antiga, já temos mais de R$ 100 milhões garantidos para os lotes 2 e 3 da duplicação e temos orçamento e uma determinação do presidente: se faltar dinheiro, é para mandar mais, para que as obras sejam concluídas”, completou.

Moreira Franco falou sobre a determinação de Temer em dar continuidade às obras federais no estado, por meio do programa ‘Agora é Avançar’ e assegurou prioridade ao Maranhão. “Em breve vamos estar aqui de novo para entregar mais uma obra que o presidente Michel Temer recebeu paralisada. Em março vamos inaugurar o berço 108 do Porto do Itaqui, para que possamos aumentar a capacidade desse importante porto para o crescimento e progresso do nosso país”, enfatizou.

Sarney Filho também destacou a determinação do presidente da República em concluir as obras federais no Maranhão e conclamou a classe política a celebrar o momento, que marcou a inauguração do trecho da obra duplicada da rodovia.

“O momento é de celebrar. Porque quando o presidente Michel Temer assumiu, todas obras estavam paradas. Não tinha estrada, não tinha transporte escolar, não tinha ambulância, evidentemente fruto de uma crise jamais vista no Brasil, da recessão. […] O benefício agora chegou. Eu participei da entrega de casas, do Minha Casa Minha Vida em vários municípios, e todas as elas foram recomeçadas depois que a economia entrou nos trilhos […]. O importante agora é aproveitar o momento para trazer benefícios ao Maranhão. Benefícios como esse [duplicação da BR-135]. É dentro dessa perspectiva que vamos continuar a nossa luta”, finalizou.

Deputados federais, deputados estaduais, prefeitos, vereadores e o governador Flávio Dino (PCdoB), também participaram da solenidade.

Vexame

Durante o discurso do deputado federal Hildo Rocha (MDB), o presidente do Procon, Duarte Júnior e o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, protagonizaram cenas vexatórias. Eles xingaram o parlamentar e tentaram atrapalhar o discurso. A manifestação dos auxiliares de Flávio Dino (PCdoB) foi acompanhada por vaias de servidores militantes que acompanhavam o ato.

Lideranças destacam empenho de Roseana Sarney pela obra

O senador Edison Lobão (MDB), o ministro Sarney Filho (PV) e o deputado federal Hildo Rocha (MDB), destacaram o empenho da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), junto ao Governo Federal, pela realização da obra de duplicação da BR-135.

Ao manifestar-se sobre o empreendimento, Lobão lembrou fez referência à emedebista e ao trabalho da bancada maranhense no Congresso, que destinou a emenda impositiva.

Hildo Rocha, por sua vez, afirmou que Roseana foi quem primeiro se mobilizou pela realização da obra e destacou a articulação da emedebista junto ao Governo Federal. “A ex-governadora Roseana Sarney teve papel preponderante para a realização desta obra”, disse.

“Essa é uma obra que teve as mãos de muitas pessoas. Iniciada em 2012, ainda no governo da presidente Dilma – e quem governava o estado era Roseana Sarney -, foi a pessoa que conseguiu fazer com que essa rodovia fosse planejada, projetada e executada”, completou.

O ministro Sarney Filho também falou da mobilização de Roseana pela realização da obra. “Sem dúvida houve um empenho muito grande da ex-governadora e a inauguração hoje não deixa de ser consequência desse empenho”, finalizou.

 

De O Estado/Ronaldo Rocha

Flávio Dino tenta novamente, tirar proveito de obra alheia…

Comunista dispara convites para entrega da duplicação da BR-135, sem que sequer tenha agido em favor da obra; pelo contrário, tentou tirar dinheiro dela, em 2015, segundo revela o deputado Hildo Rocha; inauguração, nesta quinta-feira, se dará com o ministro Maurício QuintelaO governador Flávio Dino (PCdoB) tenta, nesta quinta-feira, 11, mais uma vez, confundir a opinião pública e faturar em obra que não é sua. Desde ontem, o Palácio dos Leões dispara convites à classe política e empresarial para entrega da obra de duplicação da BR-135, no trecho entre Estreito dos Mosquitos e Bacabeira.

A obra será entregue, na verdade, pelo ministro dos Transportes, Maurício Quintela, que chega a São Luís ao lado do deputado federal Hildo Rocha (PMDB), principal ator na cobrança pela realização da obra.

Flávio Dino nunca moveu uma palha sequer pela duplicação da BR-135. Pelo contrário, ele tentou, em 2015, retirar dinheiro da obra para levá-lo ao projeto “Escola Digna”. Só não conseguiu diante da pressão do próprio Hildo Rocha.

“Foi iniciativa minha a inclusão de uma emenda impositiva da bancada para a duplicação da BR-135. Mas o governador queria desviar o dinheiro para seu projeto, que nunca saiu do papel. É cínico que ele, agora, venha tentar tirar proveito da conclusão”, criticou Rocha.

A obra será entregue pelo ministro e por membros da bancada maranhense.

E Flávio Dino, obviamente posará como mero papagaio de pirata…

 

Do blog do Marco Aurélio D’Eça

 

Hildo Rocha e prefeito Zé Gomes reivindicam ações do DNIT para Buriticupu

Preocupados com a grande incidência de acidentes na BR-222, que corta a cidade de Buriticupu, o deputado federal Hildo Rocha e o prefeito Zé Gomes foram ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para solicitar providências. O deputado destacou que a rodovia, que tem altíssimo fluxo de veículos, corta a cidade fato ocasiona muitos acidentes. De acordo com o parlamentar, a inauguração de um conjunto habitacional, que foi entregue recentemente, fez com que aumentasse consideravelmente a população que transita no local.

De acordo com Hildo Rocha, o empreendimento gera benefícios, mas por causa do aumento população a quantidade de acidentes aumentou. “Então, o prefeito Zé Gomes solicitou ao DNIT que faça a implantação de novos acessos e instale barreiras eletrônicas para diminuir a velocidade dos carros que trafegam no trecho da BR-222 que corta a sede do município”, explicou Rocha.

Duplicação da BR-135

Rocha aproveitou o encontro para colher informações acerca do andamento da obra de duplicação da BR-135 e sobre a drenagem do entroncamento da BR-10 com a BR-230, no município de Estreito e ainda sobre a passagem urbana na cidade de Carolina.

“A duplicação agora está no ritmo que nós desejamos. O DENIT nos informou que talvez o primeiro trecho, da Estiva até Bacabeira, seja entregue antes mesmo do prazo previsto no cronograma que é abril de 2018. Nossa expectativa é de que o segundo trecho, que vai de Bacabeira até Miranda do Norte, seja concluído até dezembro de 2018”, assinalou Hildo Rocha.

O parlamentar lembrou que além da relevante importância para a economia do estado, a duplicação da BR-135 deixará o tráfego mais seguro. “Muitas pessoas perderam a vida, principalmente naquele trecho de Periz de Baixo. Com a duplicação certamente o tráfego ficará melhor, mais seguro”, destacou o deputado.