PT e DEM fora da chapa majoritária do Flávio Dino

Definida a “chapa vermelha” de Flávio Dino

A decisão do governador Flávio Dino de anunciar a formação de sua chapa majoritária com Carlos Brandão (PRB), Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) fechou as portas para dois partidos que ainda brigavam pelas vagas, o PT e o DEM.

Durante o encontro de sábado, Dino afirmou para as lideranças que Brandão – mesmo inelegível – será seu companheiro de chapa, que terá ainda o pedetista e a pepessista como candidatos ao Senado.

O PT e o DEM, que vinham brigando pelas vagas, terão de se contentar mesmo com possíveis suplências dos dois candidatos a senador. Ou uma substituição de última hora, no caso de Brandão, que fatalmente será denunciado à Justiça Eleitoral.

Além de DEM e PT, o PP e o PR também já haviam se mostrado contrários à chapa de senadores. Mas devem se contentar também com suplências ou espaços no governo, que vem sendo loteado em nome da formação da aliança.

O PT chegou até a indicar um ex-sócio de Dino, o ex-presidente da OAB-MA Mário Macieira, ignorado pelo comunista. Agora, também vão ter de se conformar com espaços e apoios aos seus candidatos a deputado.

 

Estado Maior/O Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *