Construtora contratada pelo governo Flávio Dino dá calote em funcionários

Funcionários da Inicial construtora, empresa contratada pelo governo comunista para construção do Hospital de São Mateus, farão uma paralisação de advertência até que seja sanado o pagamento de dois meses de trabalho, segundo matéria da TV Amazonas (veja o vídeo)

Na tentativa de melhorar o desgaste do seu governo, Flávio Dino autorizou no município de São Mateus a construção de um hospital, que está tirando o sono do dono da construtora e principalmente dos funcionários. Desde janeiro, segundo funcionários da Inicial Construtora, os repasses do governo para o pagamento da empresa que realiza a obra foi interrompido, deixando-a sem dinheiro em caixa para cumprir suas obrigações trabalhista.

Mais problemas

Fontes do governo contam que o mal estar é enorme diante da dificuldade do governo para colocar as contas públicas em dia. Para não enfrentar complicações judiciais, Dino estaria trabalhando para que a Assembléia aprove um Projeto de Lei, que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018 e praticamente abandone a meta fiscal deste ano.

As estimativas sobre o valor dos atrasados para as construtoras giram em torno de R$ 1 bilhão. Sem receber, as construtoras estão sem dinheiro para pagar funcionários e cogitam paralisar todas as obras e demitir. Os recursos provenientes de empréstimos do BNDES foram desviados para outros fins, segundo o deputado federal Hildo Rocha.

“O clima é de preocupação. Todas as empresas que possuem contrato com o governo do estado e tiveram os pagamentos programados a partir de outubro de 2017 sofrem com atrasos”, disse um empreiteiro. Ele estima que mais de 40 construtoras em todo o Maranhão estejam nessa condição. “Procuramos a secretaria de Infraestrutura para saber do problema e não tivemos retorno”, concluiu.

Uma ideia sobre “Construtora contratada pelo governo Flávio Dino dá calote em funcionários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *