PGR encaminha denúncia contra a Rede Globo ao Ministério Público Federal

A Rede Globo deve enfrentar uma série de inconvenientes a partir do próximo ano para explicar o envolvimento em esquemas de corrupção na aquisição de exclusividade na transmissão de campeonatos de futebol.

A Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, encaminhou para o MPF (Ministério Público Federal) do Rio de Janeiro uma denúncia contra a Rede Globo e o presidente do Grupo Globo, Roberto Irineu Marinho. A acusação é de pagamento de propina na compra de direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2026 e 2030, além de jogos da Libertadores e da Copa Sul-Americana. As informações são do UOL.

Os denunciantes usaram o depoimento do ex-executivo argentino Alejandro Burzaco, da Torneos y Competências, que afirmou que emissoras de diversos países, incluindo a TV Globo, pagaram propinas para garantir direitos de transmissão de jogos.

Leia aqui a íntegra da representação feita à PGR.

O processo do qual Burzaco é delator envolve ex-dirigentes da Fifa, da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e de outras federações acusadas de receber propina para fraudar a venda de direitos em eventos esportivos.

Em seu depoimento, o empresário citou o ex-diretor de esportes das emissora Marcelo Campos Pinto e o empresário Jota Hawilla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *